Peeling

 

O que é peeling facial?
O Peeling é um abrasão da pele, realizado através de ácidos, lixamento ou laser. Visa a renovação da pele a partir da descamação das camadas mais superficiais (epiderme e/ou derme superficial). Com esta descamação, a pele é renovada a partir das camadas mais profundas, ficando com aspecto rejuvenescido - com menos manchas, rugas e com melhor turgor.


Quais os tipos de Peeling Facial?
A profundidade do peeling depende do tipo de ácido ou técnica utilizada. Quanto mais agressivo for o ácido, mais profundo será o peeling, com conseqüente melhores resultados e maior risco de complicações.
Os peelings superficiais (p. ex: ácido glicólico ou retinóico) propiciam uma descamação leve, retirando apenas as lesões mais superficiais da epiderme. Pôr ser menos agressivo, não necessita de repouso ou recuperação, podendo o paciente voltar às atividades no mesmo dia.


Os peelings médios (p. ex: ácido tricloroacético) levam à uma descamação intensa, necessitando de 7 a 14 dias de recuperação. São mais agressivos e efetivos que os peelings superficiais, retirando manchas e rugas de média profundidade.
Já os peelings profundos (p. ex: fenol ou laser de CO2) levam à formação de crostas, as quais demoram até 21 dias para caírem. São os peelings mais agressivos, necessitando anestesia para a realização. Por atingirem as camadas mais profundas da pele, propiciam os melhores resultados, mas também as maiores chances de complicações.
No caso do dermoabrasão (lixamento da pele), o médico é quem vai controlar a profundidade do peeling, podendo este variar desde o superficial ao profundo.



Os Peelings podem ter complicações?
Todo procedimento médico pode ter complicações. Essas serão minimizadas pela correta avaliação da pele e pela opção do tipo de peeling. Quanto mais profundo o peeling, maior risco de complicações como hiperpigmentação (manchas escuras), hipopigmentação (manchas claras), cicatrizes e infeção. Os pacientes de pele escura ou orientais apresentam maior risco de complicações do que os de pele bem clara. A maior parte destas são totalmente reversíveis com tratamento adequado.



O que pode ser feito para evitar complicações?
A avaliação cuidadosa do tipo de pele e a escolha do peeling são fundamentais para se evitar complicações. Outras medidas como preparar a pele por 14 a 30 dias com cremes específicos, evitar o sol antes e depois também são fundamentais.



Existem contra-indicações ao Peeling químico?
Sim. Pacientes que apresentem alguma doença de pele ou infecção ativa não devem ser submetidos ao peeling. Nos casos de pacientes que tenham herpes inativa, devem ser previamente tratados com um medicamento antiviral (fanvir, aciclovir). Pacientes que fizeram uso de medicamentos à base de isotretinoína (acutane, roacutan) no último ano também são contra-indicados.



Orientações pré e/ou pós peeling:
O pré e/ou pós peeling deverá ser usado somente à noite, na região a ser tratada, de 7 a 10 dias antes do procediento.
Pela manhã, lave bem a área e aplique um fotoprotetor fator 50 ou superior (durante o dia, reaplique a cada 3 horas).

Contrate agora mesmo peeling

Clinica de estética na Mooca Todos Direitos reservados | Desenvolvido por G5 SEO Criação e Otimização de Sites.